Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Prémios Sophia 2016 - Nomeados

Seria uma enorme falha do Sessão da Meia-noite falar de alguns dos prémios e festivais de cinema internacionais não falar dos nacionais.

 

 

Os prémios mais reconhecidos pelos profissionais do cinema nacional são anualmente entregues pela Academia Portuguesa de Artes e Ciências Cinematográficas, numa cerimónia anual que ocorre desde 2012. 

 

Originalmente a primeira edição da cerimónia deveria ter ocorrido a 30 de setembro de 2012 mas, por razões de ordem burocrática e financeira, teve que ser adiada. Assim, a 26 de novembro de 2012 foram atribuídos os primeiros prémios, ainda que num modo experimental, sem categorias discriminadas, com a referência de Prémios Carreira.

 

Nesta primeira edição foram distinguidos a atriz Isabel Ruth, o realizador António Macedo e o produtor António da Cunha Teles.

 

Em 2013 já a distinção seguiu o modelo tradicional dividido em vinte categorias. Algumas das categorias apresentadas são: melhor filme, realizador, ator e atriz, banda sonora, fotografia, argumento original e adaptado, curta-metragem, documentário e filme estrangeiro.

 

O nome escolhido para os galardões foi Prémios Sophia em homenagem à poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, assim como pelo facto de a palavra significar “sabedoria”.

 

Ao longo dos anos foram galardoados diversos filmes como Tabu, A Última Vez Que Vi Macau, Os Gatos Não têm Vertigens; atores como Anabela Teixeira, Dalila Carmo, Beatriz Batarda, Adriano Luz, Maria do Céu Guerra, Maria João Pinto, João Perry, João Jesus ou Albano Jerónimo; realizadores como João Salavisa, Joaquim Leitão. José Fonseca e Costa ou António Pedro Vasconcelos; músicos como Rodrigo Leão, Legendary Tigerman, Rita Redshoes ou Ana Moura, entre muitos outros.

 

Dando continuidade a este projeto, está agendada para o próximo dia 13 de maio a entrega dos Prémios Sophia 2016, numa cerimónia a decorrer no Centro Cultural de Belém.

 

Os nomeados foram apresentados ontem pela Academia e são os seguintes:


Melhor Filme

Amor Impossível de António-Pedro Vasconcelos, MGN FILMES

Montanha de João Salaviza, Filmes do Tejo II

Yvone Kane de Margarida Cardoso, Filmes do Tejo II

As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado de Miguel Gomes, O Som e a Fúria

 

Melhor Atriz Principal

Vitória Guerra - Amor Impossível

Beatriz Batarda - Yvone Kane

Isabel Ruth - Se eu Fosse Ladrão, Roubava

Soraia Chaves - Amor Impossível


Melhor Ator Principal

José Mata - Amor Impossível

Gonçalo Waddington - Capitão Falcão

Adriano Luz - As Mil e Uma Noites – Volume 1, O Inquieto

David Mourato - Montanha

 

Melhor Argumento Original

João Salaviza - Montanha

Margarida Cardoso - Yvone Kane

Tiago R. Santos - Amor Impossível

João Leitão e Nuria Leon Bernardo - Capitão Falcão


Melhor Fotografia

João Ribeiro - Yvone Kane

André Szankowski - Cosmos

Miguel Sales Lopes - Amor Impossível

Acácio de Almeida - Se eu Fosse Ladrão, Roubava

 

Melhor Direção Artística

Ana Vaz - Yvone Kane

Nuno Tomaz, Mário Melo Costa e João Leitão - Capitão Falcão

Clara Vinhais - Amor Impossível

Rui Alves - O Pátio das Cantigas


Melhor Documentário em Longa-Metragem

Pára-me de Repente o Pensamento de Jorge Pelicano

Volta à Terra de João Pedro Plácido

Alto Bairro de Rui Simões

Portugal - Um Dia de Cada Vez de João Canijo e Anabela Moreira

 

Melhor Documentário em Curta-Metragem

Atopia de Luís Azevedo e Alexandre Marinho

Fora da Vida de Filipa Reis e João Miller Guerra

A Torre de Salomé Lamas

Africa Abençoada de Aminata Embalo

Melhor Maquilhagem e Cabelos

Emmanuelle Fèvre e Ramona - Yvone Kane

Helena Gonçalves e Raquel Laranjo - Capitão Falcão

Susana Correia e Sandra Meleiro - Amor Impossível

Iris Peleira - Cosmos

 

Curta-Metragem de Animação

Amélia & Duarte de Alice Guimarães e Mónica Santos

Nossa Senhora da Apresentação de Abi Feijó

Vígil de Rita Cruchinho Neves

O Campo à Beira Mar de André Ruivo

Melhor Atriz Secundária

Maria D’Aires - Amor Impossível

Maria João Pinho - Montanha

Lia Carvalho - Amor Impossível

Carla Chambel - Se eu Fosse Ladrão, Roubava

 

Melhor Ator Secundário

Carlos Malvarez - Amor Impossível

José Martins - Amor Impossível

David Chan Cordeiro - Capitão Falcão

José Pinto - Capitão Falcão

 

Melhor Realizador

Margarida Cardoso - Yvone Kane

António-Pedro Vasconcelos - Amor Impossível

João Salaviza - Montanha

Miguel Gomes - As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado

 

Melhor Som

Vasco Pedroso, Branko Neskov e Elsa Ferreira - Amor Impossível

Hugo Leitão - Capitão Falcão

Olivier Blanc - Montanha

Elsa Ferreira e Pedro Ricardo Nunes - Yvone Kane

 

Melhor Guarda Roupa

Isabel Quadros - Capitão Falcão

Nádia Henriques - Yvone Kane

Silvia Grabowski e Lucha D’Orey - As Mil e Uma Noites - Volume 2, O Desolado

Mia Lourenço - Amor Impossível

 

Melhor Montagem

João Braz - Yvone Kane

Pedro Ribeiro - Amor Impossível

Edgar Feldman e João Salaviza - Montanha

Mário Melo Costa - Capitão Falcão

 

Melhor Banda Sonora Original

José M. Afonso - Amor Impossível

Pedro Marques - Capitão Falcão

Norberto Lobo - Montanha

Nuno Malô - O Pátio das Cantigas

 

Prémio Sophia Estudante

Afrodite de Gonçalo Nobre de Almeida

Ghiocel de Mara Ungureanu

Terra Mãe de Ricardo Couto

Palhaços de Pedro Crispim

 

Melhor Curta-Metragem de Ficção

O Rebocador de Jorge Cramez

Rampa de Margarida Lucas

Aula de Condução de André Santos e Marco Leão

A Glória de Fazer Cinema em Portugal de Manuel Mozos

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.