Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Pacific Rim

Nós, no Sessão da Meia Noite, não temos um especial interesse por filmes de monstros. Contudo, o filme de que vamos falar hoje, despertou-nos uma atenção particular pelo conjunto de talentos reunidos, especialmente Guillermo del Toro, Idris Elba e Charlie Hunnam.

 

Pacific Rim 3.jpg

Pacific Rim - Batalha do Pacífico, 2013, de Guillermo del Toro, com Idris Elba, Charlie Hunnam, Diego Klattenhoff, Rinko Kikuchi, Charlie Day, Burn Gorman, Max Martini, Robert Kazinsky, Clifton Collins Jr., Ron Perlman.

 

O argumento foi trabalhado pelo próprio Guillermo del Toro e por Travis Beacham, e é baseado no universo das bandas desenhadas de ficção científica japonesas, mais propriamente um nicho específico denominado por Mecha que se centra em robots gigantes ou máquinas controladas por pessoas.

 

Pacific Rim 8.jpg

  

A história apresenta-nos o mundo num futuro próximo, onde a Terra se encontra a ser atacada por monstros extraterrestres gigantes, chamados Kaiju, que chegam à Terra através de um portal interdimensional que se abriu no fundo do oceano Pacífico, denominada por The Breach.

 

A solução encontrada pelas Nações Unidas foi a criação de robots gigantes (à dimensão dos monstros), chamados de Jaegers, que combatessem de igual para igual, uma vez que as armas convencionais não tinham grande resultado, e os efeitos colaterais eram demasiado graves.

 

Pacific Rim 6.jpg

 

Cada um destes robots era controlado por dois ou mais pilotos, que eram submetidos a um processo de partilha mental, de modo a funcionarem como uma só entidade, para minimizar o stress mental resultante da pilotagem.

 

Uma das consequências deste processo era que os parceiros da partilha mental ficavam a conhecer, além dos pensamentos dos colegas, também as suas memórias.

 

A nossa história segue um piloto – Raleigh Becket (Charlie Hunnam), algo problemático e traumatizado pela morte do seu antigo parceiro Yancy Becket, seu irmão (interpretado por Diego Klattenhoff – o Agente Especial Donald Ressler de The Blacklist), numa derradeira estratégia desesperada de vencer os Kaiju, conduzida pelo Comandante Stacker Pentecost (Idris Elba).

 

Pacific Rim 7.jpg

 

À partida, este filme tinha tudo para se transformar num filme para adolescentes viciados em Power Rangers e outros comics japoneses. No entanto, a mestria de Guillermo del Toro, consegue inverter essa tendência potencial, criando um filme que é interessante, visualmente muito bem construído, sem cair no populismo que milita nos realizadores de filmes de monstros.

 

Numa abordagem respeitosa, algo semelhante ao que os japoneses fazem com Godzilla, o filme tem um argumento bem construído, que faz sentido no meio da dinâmica monstros vs robots gigantes, e com uma forte componente pessoal, através das inter-relações entre pilotos, e das suas reações perante uma ameaça iminente à humanidade.

 

Pacific Rim 5.jpg

 

Este não é um filme de grandes representações. Contudo, a presença de Charlie Hunnam, Idris Elba, Rinko Kikuchi (a bruxa de 47 Ronin), Ron Perlman e Max Martini, fornecem um sólido suporte aos verdadeiros protagonistas deste filme: Jaegers e Kaiju.

 

Mais uma vez, Guillermo del Toro utiliza os seus monstros para nos contar as suas histórias e fazer passar a sua mensagem de que vale a pena sempre lutar, apesar das adversidades, quando a causa é nobre.

 

Pacific Rim 9.jpg

 

Neste caso, como dizia o nosso amigo Spock “The needs of the many outweigh the needs of the few”.

 

Em suma, ficámos agradavelmente surpreendidos com este filme, que nos parece acima da média da generalidade, e muito acima da qualidade que costumamos ver nos filmes de monstros e robots. Vale bem a pena as 2h 11m.

 

Classificação SMN: 8/10.

 

 

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: