Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

O Império do Sol

Inevitavelmente, no Sessão da Meia Noite, vamos sempre retornando aos clássicos. Neste caso, uma obra de 1987 que revelou um dos grandes atores da atualidade - Christian Bale.

 

imperio do sol poster.jpg

Empire of the Sun - O Império do Sol, 1987, de Steven Spielberg, com Christian Bale, John Malkovich, Miranda Richardson, Nigel Havers, Joe Pantoliano, Leslie Phillips, Masatô Ibu, Emily Richard, Rupert Fraser, Peter Gale, Takatarô Kataoka, Ben Stiller, David Neidorf, Ralph Seymour, Robert Stephens.

 

O filme relata a história de um rapaz, James "Jim" Graham - Christian Bale, que vivia com a sua família em Xangai, China, no meio de uma classe privilegiada de oficiais e dignitários estrangeiros. Este equilíbrio de classes e privilégios veio a ser perturbado pela invasão japonesa de Xangai a 8 de dezembro de 1941.

 

imperio do sol 6.jpg

 

Separado da sua família, James é enviado para o campo de confinamento de Soo Chow, ao lado de um aeródromo chinês também ele capturado pelos Japoneses.

 

No meio da desgraça, doença e falta de comida, James, ou Jim como todos lhe chamavam, vai tentando reconstruir a sua vida, trazendo um pouco de esperança e dignidade à vida dos seus colegas prisioneiros.

 

imperio do sol 5.jpg

 

A sua paixão pela aviação vai sendo alimentada pelos caças zero japoneses estacionados próximo da sua camarata e pelos rituais de partida dos guerreiros Kamikaze para a sua derradeira missão trazem-lhe estranheza e ao mesmo tempo fascínio.

 

Esta paixão vai mesmo colocá-lo no meio do perigo aquando de um bombardeamento do campo de confinamento onde Jim tenta ver os aviões atacantes o mais próximo possível.

 

imperio do sol 3.jpg

 

Num épico de guerra sobre a Segunda Guerra Mundial, Steven Spielberg consegue mais uma vez, espalhar o seu brilhantismo e imenso génio cinematográfico num filme que tem grandes interpretações, revelou um dos melhores atores da atualidade, e retrata uma parte do conflito que nunca foi muito conhecida.

 

O filme é em tudo excelente e a qualidade que já se conseguia vislumbrar em Christian Bale só foi apurada por outro grande senhor do cinema: John Malkovich.

 

imperio do sol 4.jpg

 

Toda a qualidade que nós também testemunhámos, foi também reconhecida pelos Óscares da Academia que lhe atribuíram 6 nomeações em 1988: Melhor Cinematografia, Melhor Direção Artística, Melhor Guarda-Roupa, Melhor Som, Melhor Edição e Melhor Banda Sonora Original.

 

Curiosamente, 1988 foi o ano de O Último Imperador de Bernardo Bertolucci que arrecadou todos os prémios nas categorias em que O Império do Sol estava nomeado.

 

imperio do sol 1.jpg

 

Mas estes reveses de reconhecimento não tiram, de modo algum, o mérito que é seu por direito.

 

Este filme é excelente e merece ser visto por todos, apesar de em alguns momentos o realismo das situações de guerra conseguir ser extremamente chocante para quem está deste lado, a torcer para que um pequeno rapaz indefeso consiga encontrar a sua família.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.