Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Hell or High Water

Um dos atores favoritos do Sessão da Meia Noite - Jeff Bridges, participou num filme que estreou no final de 2016 e é visto como um potencial nomeado aos Óscares, ainda que não tenha vencido nenhum Globo de Ouro.

 

HELL-OR-HIGH-WATER-1.jpg

Hell or High Water - Custe o Que Custar, 2016, de David Mackenzie, com Dale Dickey, Ben Foster, Chris Pine, Jeff Bridges, Gil Birmingham, Kristin Berg, William Sterchi.

 

A ação é passada num Texas devastado pela crise do imobiliário, onde dois irmãos Tanner (Bem Foster) e Toby Howard (Chris Pine) lutam contra o sistema bancário para manter a sua quinta, fortemente hipotecada.

 

HELL-OR-HIGH-WATER-2.jpg

 

Com todas as opções esgotadas, decidem recorrer ao roubo de bancos para juntar o dinheiro necessário para pagar a hipoteca e assim permitir a exploração da quinta, onde são conhecidas reservas de petróleo.

 

Os roubos correm mais ou menos bem, notando-se algum amadorismo dos assaltantes, contudo o passado de Tanner (já um criminoso condenado), começa a sobrepor-se ao objetivo inicial, e cometem alguns erros.

 

Esta situação leva a que os Rangers do Texas Marcus Hamilton (Jeff Bridges) e Alberto Parker (Gil Birmingham) a apanhar o rasto dos assaltantes sem nunca os conseguirem identificar.

 

HELL-OR-HIGH-WATER-3.jpg

 

O filme funciona nestes jogos de gato e de rato entre os assaltantes e o sistema bancário e entre os assaltantes e os Rangers, e o argumento cumpre o seu objetivo na perfeição.

 

Baseado nas interpretações de excelente qualidade dos quatro protagonistas, o realizador faz deste western moderno uma história que poderia acontecer a qualquer um, o que se traduz numa enorme empatia para com o público.

 

HELL-OR-HIGH-WATER-4.jpg

 

Se juntarmos a isto, um Jeff Bridges em grande forma, temos uma receita certa para o sucesso, onde o ator consagrado nos mostra os meandros do modus operandi de um velho Ranger rezingão, que percebe ao longe os planos dos assaltantes, complementando esta história complexa, moralmente desafiante e muito atual.

 

Este filme é um excelente dos melhores da fornada de 2016, e todos as nomeações (3 para os Globos de Ouro e 3 para dos Baftas) e prémios que venha a receber são totalmente merecidos.

 

 

É mais um bom exemplo de grande cinema. A ver sem qualquer dúvida!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.