Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Blood Father com Mel Gibson

Com o aproximar do final de ano, o Sessão da Meia Noite teve a oportunidade de ver o mais recente filme de ação de Mel Gibson. Um filme fora do ritmo dos grandes estúdios, sob a batuta de Jean-François Richet, e dos estúdios franceses Why Not Productions e Wild Bunch.

 

blood father 1.jpg

Blood Father - O Protector, 2016, de Jean-François Richet, com Mel Gibson, Erin Moriarty, Diego Luna, Michael Parks, William H. Macy, Miguel Sandoval, Dale Dickey, Richard Cabral, Daniel Moncada, Ryan Dorsey, Brandi Cochran, Raoul Max Trujillo.

 

Nesta história de ação à moda antiga, temos um Mel Gibson que interpreta um ex-criminoso - Link, que vive num parque de roulottes (tipicamente white trash), onde é tatuador. Facilmente se percebe que Link teve um passado complicado que envolveu bandos de motoqueiros e todas as atividades ilegais a eles associados.

 

blood father 4.jpg

 

Nesta faceta de regeneração forçada Link é confrontado com um telefonema da sua filha Lydia (Erin Moriarty) que se envolveu com um cartel de droga e ficou a correr sérios riscos ao descobrir os traficantes guardavam grandes quantidades de dinheiro.

 

Sem opções, Lydia pede ajuda a Link que, como pai preocupado mas ausente desde sempre, agarra esta oportunidade de fazer algo de bom para Lydia.

 

blood father 3.jpg

 

 

A partir desde ponto temos o clássico jogo do gato e do rato entre Link, Lydia e os traficantes, que usam todos os meios, por mais violentos que sejam, para resolver esta falha de segurança, i.e. matar Lydia.

 

blood father 5.jpg

 

Num exercício de ação que nos transporta para os bons tempos das duas primeiras Armas Mortíferas com Rigs e Murtaugh, Mel Gibson em conjunto com Jean-François Richet conseguem aqui fazer um grande filme de ação como há muito não aparecia no ecrã.

 

Tendo por base um argumento relativamente simples, o resultado do trabalho desta equipa é uma explosão de adrenalina, com planos rápidos e carregados de intensão, onde Mel Gibson e Erin Moriarty brilham alto numa explosão de qualidade de interpretação.

 

 

No Sessão da Meia Noite ficámos muito bem impressionados e até surpreendidos com este filme, que é uma excelente homenagem ao bons filmes de ação do final dos anos 80 início dos anos 90.

 

A não perder para os apreciadores do género, com a segurança que não ficarão desapontados.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.