Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Amy

Hoje falamos de um dos ícones musicais recentes mais brilhantes e mais fugazes de que há memória: Amy Winehouse, sob a forma de um documentários de Asif Kapadia de 2015.

 

amy 1.jpg

Amy, 2015, de Asif Kapadia, com Amy Winehouse, Lauren Gilbert, Juliette Ashby, Nick Shymansky, Tyler James, Janis Winehouse, Mitch Winehouse, Salaam Remi, Yasiin Bey, Tim Kash, Pete Doherty, Blake Fielder-Civil, Mark Ronson, Tony Bennett.

 

Conhecida de quase todos pela sua linda e melódica voz, e pelos excessos com bebidas e drogas, a cantora e compositora Amy Winehouse é uma marca importante da música contemporânea e um exemplo de como as circunstâncias que rodeiam o sucesso podem destruir uma pessoa.

 

Este documentário mostra-nos uma pouco mais daquilo que apareceu nos media sobre a vida de Amy, desde os seus tempos de adolescência pré fama, até ao desfecho final trágico de 23 de julho de 2011, onde o seu frágil corpo não conseguiu aguentar todos os excessos cometidos.

 

amy 3.jpg

 

Através de filmagens e vídeos amadores, complementados com testemunhos de amigos e colegas, vamos sendo apresentados à vida de Amy, à sua evolução de menina tímida que cantava em casa, até à superestrela de classe mundial que enchia qualquer espetáculo.

 

O trabalho de realização de Asif Kapadia, responsável por um dos melhores documentários dos últimos tempos - Senna de 2010, molda o trabalho de modo a que cada espetador crie a sua própria opinião acerca do que se passou e de quais foram os principais atores na construção da realidade disfuncional que sempre rodeou Amy.

 

amy 4.jpg

 

Percebemos claramente que Amy sempre foi uma pessoal frágil, e de sentimentos fortes, e estes sempre conduziram a sua vida, de tal forma  que se por um lado lhe permitiram criar algumas das melhores músicas dos últimos 10 anos, por outro  também a levaram a confiar nas pessoas erradas.

 

Pessoas erradas não seriam exatamente mas, as suas intensões nunca foram as melhores. Família e amantes que a conduziram em direção ao lucro e à diversão pessoal, negligenciado a pessoa que era Amy, as suas carências de suporte afetivo e aceitação da fama e exposição rápida que veio com o seu sucesso.

 

Este documentário é excelente, pois toda a informação foi trabalhada de uma forma muito isenta e sem preconceitos, abordando assuntos chave na vida de Amy Winehouse como o abuso de álcool e drogas, a bulimia e os distúrbios alimentares, o sucesso rápido e a exposição total da sua imagem com as inerentes pressões dos media, etc.

 

amy 2.jpg

 

Com o foco nos temas chaves vemos as reações de Amy e as consequências que tiveram na sua vida.

 

Em suma, este é um documento muito importante na história da música contemporânea, e deve ser visto não só pelos apaixonados por música e cinema mas, mais importante, por aspirantes a "estrelas" da música, revelando um pouco das pressões inerentes ao sucesso, e dos abutres que tendem a pairar sobre os famosos.

 

Classificação SMN:  9/10.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.