Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

A História dos Hipercarros

Voltando aos documentários de qualidade, o Sessão da Meia Noite viu uma recente obra sobre uma nova classe de supercarros.

 

Apex 1.jpg

Apex The Story os the Hypercar, 2016, de J.F. Musial e Josh Vietze, escrito por Michael Spinelli.

 

Os automóveis, e em especial os muito velozes, fazem parte do imaginário da maioria dos homens que, normalmente, em algum pontos das suas vidas, quiseram ser pilotos de carros de corridas.

 

Há falta disso, vamo-nos deleitando a admirar a beleza e a velocidade das obras de arte e de engenharia que vão reinando sobre as estradas.

 

Apex 4.jpg

 

Se os anos 80 e 90 foram os anos dos supercarros, iniciados com o lançamento do Ferrari F40 em 1987, o novo milénio viu nascer uma nova classe de carros de altíssima gama - os hipercarros.

 

Este documentário apresenta-nos uma visão do nascimento destes gigantes da engenharia e como o seu desenvolvimento tem impulsionado a criatividade tecnológica no mundo automóvel.

 

Apex 6.jpg

 

Somos convidados a visitar os mais novos modelos dos suspeitos do costume: Ferrari e Porsche, passando pela Mclaren, e pelos mais recentes e exóticos Koeningsegg e Pagani.

 

Somos confrontados mais em pormenor com os hipercarros do momento: o Mclaren P1, o Ferrari LaFerrari, o Porsche 918 e o Koeningsegg One:1, numa comparação de prestações, sensações e tecnologia.

 

Apex 7.jpg

 

No entanto, o foco deste documentário fica muito pela Koeningsegg, nas suas instalações e métodos produtivos, acompanhando os passos finais do desenvolvimento do modelo One:1, antes do início das entregas aos clientes.

 

O documentário é de excelente qualidade, acompanhado de comentários de construtores (essencialmente Christian Von Koeningsegg e Horacio Pagani) com as visões de diversos jornalistas automobilísticos, que nos ajudam a enquadrar estes carros de sonho e a sua importância.

 

Apex 3.jpg

 

Sendo vistos como brinquedos dos super-ricos (ou será melhor dizer dos hiper-ricos), acabam por impulsionar a implementação de tecnologias de topo nos carros normais, contribuindo assim para melhorar a sua eficiência e segurança.

 

A parte da questão tecnológica, o documentário apresenta-nos um contraponto muito interessante entre a tecnologia state-of-the-art da Koeningsegg e a paixão artística da Pagani, numa comparação curiosa entre o norte da Europa prático e eficiente e o sul mais passional e criativo.

 

Apex 8.jpg

 

A terminar, somos confrontados com a incógnita do futuro destas máquinas.

 

Alguém definiu os hipercarros como "A Vision of The Future Today". Se algumas das sensações e condições extremas de condução que estes carros atingem já não são suportáveis pelo corpo humano, qual o caminho a seguir?

 

Os autores apresentam-nos uma versão do futuro baseado em soluções tecnológicas mais eficientes no consumo de energia, melhoramentos mecânicos e o crescimento da energia elétrica na propulsão, através de metodologias revolucionárias.

 

Apex 9.jpg

 

Na sua essência os automóveis são daquelas invenções que menos tem evoluído, em conceito, desde a sua invenção em 1876. Os automóveis continuam a ter rodas, motor, e andam em caminhos, no chão.

 

Esta obra televisiva é muito boa, com grandes predicados para todos os apreciadores de automóveis, especialmente as super máquinas velozes que atingem mais de 400 km/h em linha reta, demonstrando a capacidade das novas plataformas de televisão (neste caso o Netflix) em produzir reportagens informativas de grande qualidade.

 

 

A não perder !!

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.