Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

4DX chega a Portugal

Mais uma novidade na experiência de ver cinema vai chegar a Portugal. Irá ser inaugurada no próximo dia 24 de março, no GaiaShopping a primeira sala com a tecnologia 4DX.

 4DX_Logo.jpg

 

Esta será a primeira sala de cinema do país a ter cinema multidimensional em que se proporciona ao espetador uma experiencia imersiva, numa “revolução da forma de ver cinema”, de acordo com o comunicado oficial da NOS Cinemas.

 

Esta novidade em Portugal, resulta de uma parceira entre a NOS Cinemas e a Sonae Sierra e dando continuidade a uma parceria que teve início em 2013 com a instalação do IMAX no Centro Comercial Colombo.

 

01.jpg

 

A tecnologia 4DX é um passo à frente do IMAX, em que as salas de cinema são alteradas de modo a proporcionarem diversas sensações aos visitantes como voar, cair, acelerar ou travar, recriando efeitos ambientais presentes na tela, de modo a aproximar ainda mais o espetador da ação da tela.

 

Para uma sala poder disponibilizar esta tecnologia ela terá que sofrer diversas alterações, nomeadamente a instalação de equipamentos que suportem a tecnologia 4DX, seja equipamentos de projeção, som, e cadeiras. Esta tecnologia permite recriar efeitos como movimentos da cadeira, vibração, cócegas, sprays de água, vento, relâmpagos, nevoeiro, cheiros e aromas, chuva, bolhas, tempestades e neve.

 

4dx-Effects.png

 

Para que um filme possa ser visto com esta tecnologia, uma faixa adicional, a chamada faixa 4DX, é programada juntamente com as faixas de vídeo e áudio, de modo a comandar todos os ”efeitos especiais” em sincronia com a imagem e o som.

 

A sala 4DX tem 100 lugares e vai abrir com o filme “”Batman v Super-Homem - O Despertar da Justiça”, com bilhetes a 12,00€.

 

batmanvsuperman-xlarge.jpg

 

Estas coisas ajudam-nos a perceber a nossa real dimensão no mercado mundial do cinema, pois esta tecnologia foi introduzida comercialmente em 2009 na Coreia do Sul, e, em 2015, encontrava-se instalada em 239 salas em 39 países.

 

Chega agora a Portugal. Antes tarde que nunca!

2 comentários

Comentar post