Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Um Cidadão Exemplar

Num regresso aos thrillers, o Sessão da Meia Noite comenta hoje uma boa opção de 2009 da responsabilidade do realizador F. Gary Gray.

 

law-abiding-citizen 1.jpg

 Law Abiding Citizen – Um Cidadão Exemplar, 2009, de F. Gary Gray, com Gerard Butler, Jamie Foxx, Leslie Bibb, Colm Meaney, Bruce McGill, Regina Hall, Viola Davis, Richard Portnow.

 

Neste thriller temos alguém que não é o que parece e alguém que sendo superficial irá perceber que há mais além da superfície e que os compromissos, por vezes, não são aceitáveis.

 

law-abiding-citizen 2.jpg

 

O filme começa com um crime violento. A família de Clyde Shelton (Gerard Butler) é brutalmente assassinada. No entanto, os criminosos são apanhados pela polícia.

 

Contudo, devido a problemas processuais, o advogado de acusação (district attorney) Nick Rice (Jamie Foxx) só conseguiu reunir provas circunstanciais, pelo que decide-se por fazer de um criminoso testemunha sobre o outro, para obter, pelo menos, uma condenação.

 

law-abiding-citizen 3.jpg

 

Obviamente que o bufo recebe imunidade perante o seu crime. Clyde, ao tomar conhecimento da situação através de Rice fica obviamente muito transtornado.

 

10 anos passados, o criminoso encarcerado enfrenta a execução. O processo corre mal e ele sofre bastante antes do desfecho final. Ao mesmo tempo, o criminoso que conseguiu imunidade é encontrado morto.

 

law-abiding-citizen 4.jpg

 

As suspeitas de Rice recaem sobre Clyde que é preso e confessa a autoria dos crimes, aceitando uma acordo judicial (ou será que aceita mesmo?).

 

Não aceita nada. Clyde culpa todo o sistema de justiça e Rice pessoalmente pelo ocorrido 10 anos antes e, declara guerra numa busca por vingança contra todos os envolvidos no processo.

 

LAC3.png

 

Rice descobre então que Clyde era o melhor estratega de operações da CIA, e que certamente seria muito difícil de parar, uma vez que, não era possível antecipar as suas ações, nem sequer confirmar a sua ligação a Clyde.

 

O realizador F. Gary Gray consegue criar um ambiente de thriller muito convincente que nos agarra à tela, sem saber por quem torcer, assistindo à sucessão de eventos planeados por Clyde com extrema mestria.

 

Gerard Butler e Jamie Foxx têm prestações muito boas, com realismo e entrega, que acabam por comprovar, mais um vez, as suas qualidades de representação.

 

É um filme interessante, e mais um exercício demonstrativo da qualidade de F. Gary Gray.