Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

The Hurt Locker - Estado de Guerra

Mais uma vez passando pelos filmes premiados, o Sessão da Meia Noite viu recentemente o um dos melhores filmes de guerra dos últimos anos.

 

the hurt locker 1.jpg

The Hurt Locker - Estado de Guerra, 2008, de Kathryn Bigelow, com Jeremy Renner, Anthony Mackie, Brian Geraghty, Guy Pierce, Ralph Fiennes, David Morse, Evangeline Lilly, Christian Camargo.

 

A narrativa do filme passa-se durante a Guerra do Iraque, e acompanha uma equipa de demolições, onde três soldados de elite trabalham dia-a-dia a desmantelar e desativar bombas e outros engenhos explosivos, de modo a garantir a segurança dos soldados americanos e das populações.

 

the hurt locker 2.jpg

 

Staff Sergeant William James (Jeremy Renner), Sergeant JT Sanborn (Anthony Mackie) e Specialist Owen Eldridge (Brian Geraghty) são os nossos protagonistas num cenário de guerra onde qualquer "inocente" pode ser um bombista anónimo, onde todos os iraquianos são para desconfiar.

 

William James é colocado na liderança da equipa por substituição do Sergeant Matt Thompson (Guy Pierce) que morreu na detonação não controlada de uma bomba. Com experiência de diversas campanhas no Afeganistão, James vem introduzir um fator destabilizador na equipa que contava os dias para a próxima rotação.

 

the hurt locker 3.jpg

 

O Staff Sargeant parece destemido e meio louco na sua abordagem sem medo aos engenhos, numa procura constante pela adrenalina de estar è beira do precipício, e conseguir escapar no último momento.

 

Esta atitude causa diversos problemas com os seus colegas que o veem como um risco à sua própria segurança num contexto já muito difícil por definição.

 

the hurt locker 4.jpg

 

Kathryn Bigelow teve a mestria de orientar todas as cenas de desativação de engenhos explosivos com um realismo brutal e um suspense surpreendente para o espetadores, de um modo que nos agarra à tela esperado que James e a sua equipa consigam sobreviver às bombas e a eles mesmos.

 

the hurt locker 5.jpg

 

Os seis Óscares que Estado de Guerra venceu comprovam a qualidade desta obra, e a mestria da realizadora que já nos tinha trazido um preferido do Sessão da Meia Noite: Point Break - Ruptura Explosiva de 1991 com Patrick Swayze e Keanu Reeves, que teve um remake em 2015 (cujo comentário do Sessão da Meia Noite pode ser visto aqui).

 

Melhor filme, melhor realizador, melhor argumento original, melhor edição, melhor mistura de som e melhor edição de som, mostram-nos que Katheryn Bigelow é uma excelente realizadora, uma mulher vencedora num mundo de homens, e o que seu trabalho deve ser visto com muita atenção, pois é garantia de qualidade.

 

 

No Sessão da Meia Noite comprovamos o que os média da especialidade já referiam, que este filme é um dos melhores filmes de guerra dos últimos tempos, e que merece uma visualização atenta sem qualquer sombra de dúvidas.

 

 O bombista forçado!!