Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

The Good Wife - Temporada 2

A segunda temporada de The Good Wife, traz-nos de volta ao quotidiano da família Florrick e às tricas do escritório de advogados Lockhart & Gardner.

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 1.jpg

The Good Wife – Temporada 2, 2010, de Michelle King e Robert King, com Julianna Margulies, Matt Czuchry, Archie Panjabi, Makenzie Vega, Graham Phillips, Alan Cumming, Josh Charles, Christine Baranski, Chris Noth, Titus Welliver, Anika Noni Rose, Elisabeth Reiser, Zack Grenier, Chris Butler, America Ferrera, Michael J. Fox, Mike Colter, Mamie Gummer, Denis O’Hare, Rita Wilson, Gary Cole, Martha Plimpton, Kevin Conway.

 

Muito na linha da primeira temporada, estes 23 episódios apresentam-nos uma Alicia de sentimentos divididos entre Peter e Will, num misto de dúvida e certeza duvidosa, onde o seu profissionalismo como advogada competente terá que se manter inalterado.

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 2.jpg

 

A campanha para State’s Attorney, algo parecido com o nosso Ministério Público, avança a bom ritmo, com Peter a ser direcionado pelo excelente Eli Gold (Alan Cumming no seu melhor), a tentar ganhar vantagem na corrida, apesar da recente descoberta da necessidade de orientação espiritual de Peter, e das óbvias táticas pejorativas de Glenn Childs (Titus Welliver) e Wendy Scott-Carr (Anika Noni Rose).

 

A par da linha condutora principal da série, vão surgindo os casos “diários” (ou melhor seria dizer episódicos), onde observamos o crescimento de Alicia e da sua relação com a sua mais recente melhor amiga Kalinda (Archie Panjabi).

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 3.jpg

 

Também aqui assistimos a problemas causados pelo passado de Peter, numa altura em que Kalinda trabalhava no State Attorney’s Office, sob as ordens de Peter. Algo que só será resolvido em temporadas futuras.

 

A prestação profissional de Alicia vai sendo espicaçada a tempos pelos comportamentos pouco convencionais de alguns juízes e dos seus adversários de estimação, interpretados por dois atores excelentes e que o demonstram perfeitamente em cena: Martha Plimptom com a advogada grávida Patti Nyholm e o sempre brilhante Michael J. Fox como Louis Canning – o advogado das grandes corporações.

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 4.jpg

 

Para complicar a cabeça de Alicia, Will arranja um interesse amoroso: Tammy Linnata (Elisabeth Reiser), cuja relação se desenvolve de um modo algo estranho e fora do normal.

 

Diane também continua a ver a sua vida apimentada pela presença esporádica do especialista em armas Garry Cole (Kurt McVeigh) que lhe propõe uma saída em grande da sua vida de workaholica, mas sem grande sucesso.

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 5.jpg

 

Em nossa opinião (…It is our opinion...), esta personagem continua sem grande profundidade pessoal. A advocacia a acima de tudo.

 

Apesar do aprofundamento dos traços de cada personagem “regular” e da aposta em elementos de suporte de classe superior como Michael J. Fox, Alan Cumming e Zack Grenier, esta temporada tem um sentir muito semelhante à primeira. Quase podíamos falar de uma primeira temporada com 46 episódios (Ufa !!!).

 

The_Good_Wife_-_The_2nd_Season 6.jpg

 

Apesar disso, a série consegue manter a nossa interesse, apesar de não apresentar algo de realmente novo sobre o ano anterior, o que pode frustrar um pouco os espectadores.

 

No entanto, apesar da qualidade se manter elevada, com excelentes performances e boas histórias, no Sessão da Meia Noite temos que confessar que o cabelo de Alicia começa a irritar e a parecer demasiado artificial. Os produtores poderiam ter pensado numa solução ao estilo de “Castle” onde Kate Beckett foi vendo o seu cabelo crescer com o avançar das temporadas.

 

 

Continuamos interessados e esperamos que a terceira temporada traga novidades.