Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Suicide Squad by David Ayer

Por vezes temos a possibilidade de confirmar que as nossas opiniões são só nossas, independentes, e que não seguimos cegamente as opiniões maioritárias. Esse foi o caso do filme de vamos comentar aqui.

 

Suicide_Squad_(film)_2.jpg

Suicide Squad - Esquadrão Suicida, 2016, de David Ayer, com Will Smith, Jaime FitzSimons, Ike Barinholtz, Margot Robbie, Viola Davis, Ted Whittall, David Harbour, Shailyn Pierre-Dixon, Jared Leto, James McGowan, Joel Kinnaman, Jai Courtney, Jay Hernandez, Adewale Akinnuoye-Agbaje, Cara Delevingne, Karen Fukuhara, Scott Eastwood, Adam Beach, Ben Affleck, Ezra Miller, Jason Momoa, Common, Jim Parrack, Kenneth Choi.

 

Um filme cuja história foi retirada do universo dos super-heróis da DC Comics, tem um argumento muito simples mas típico destes universos.

 

Uma agência secreta americana recruta alguns dos vilões mais perigosos que se encontravam presos, de modo a criar uma task force para defender o pais de uma força sobrenatural que poderá levar o mundo ao apocalipse. Simples, não?

 

Suicide_Squad_(film)_3.jpg

 

Os media da especialidade não pouparam esforços em denegrir o filme, usando como argumento o excesso de atores de primeira linha, as poucas cenas onde apareciam os seus atores favoritos (nomeadamente Jared Leto como Joker) enfim, tudo o conseguiam encontrar. A comprovar esta situação é a classificação de 6,3 no IMDb.

 

Mas nós no Sessão da Meia Noite temos uma opinião contrária (atribuímos uma classificação de 8 no IMDb). Gostámos especialmente do retorno de Will Smith (Deadshot) aos papéis de ação onde ele se sente muito à vontade e a boa química criada entre ele e Margot Robbie (Harley Quinn).

 

Suicide_Squad_(film)_4.jpg

 

Viola Davis mantém a grande qualidade na sua representação, assim como a inesperada Cara Delevingne numa dicotomia entre o bem o mal como June Moone/Enchantress.

 

Suicide_Squad_(film)_6.jpg

 

Este não é um filme intelectual nem nunca teve a pretensão de o ser. É um claro filme de super-heróis, com performances de qualidade, onde o realizador David Ayer fez o seu papel com muita competência, complementado com alguns cameos de peso como o de Ben Affleck como Batman, e ligações a filmes futuros com a referência a Aquaman (Jason Momoa).

 

Suicide_Squad_(film)_8.jpg

 

Por estas razões, no Sessão da Meia Noite considerámos este filme como uma boa representação do género, capaz de proporcionar momentos de boa ação e alguma comédia, onde os atores não desiludem.