Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Sessão da Meia Noite

Comentários pessoais e (in)transmissíveis sobre cinema e televisão.

Love Finds You in Valentine

Alguns atores portugueses continuam a trilhar com sucesso o seu caminho no cinema e televisão fora de portas. É o caso de Diogo Morgado por terras do Tio Sam.

 

Love Finds You in Valentine – A Descoberta do Amor, 2016, de Terry Cunningham, com Michaela McManus, Diogo Morgado, Hunter Cross, Ed Asner.

 

Desta vez trata-se de um romance entre um encarregado de rancho e a nova dona da propriedade.

 

 

Michaela McManus é Kennedy Blaine, uma californiana de gema a finalizar os estudos na faculdade que recebe como herança um rancho no Nebrasca, na pequena cidade de Valentine (a conveniência do nome é logo denunciadora).

 

A herança vem contudo com uma condição. Kennedy poderá fazer o que quiser com o rancho, inclusive vende-lo, desde que, primeiro, o conheça in loco.

 

Decidida pela venda, Kennedy vai até Valentine para cumprir as condições do testamento. Chegando ao rancho, toma consciência de parte da sua história familiar, assim como as condições da sua propriedade.

 

 

Lá conhece o encarregado Derek Sterling (Diogo Morgado). Entre ambos gera-se um atrito normal neste tipo de filmes, de modo a preparar o desenvolvimento do argumento para o inevitável romance.

 

Este filme não teve lançamento nas salas de cinema, sendo inclusivamente classificado como TV Movie nos E.U.A.. Aborda o romance clássico do cinema, entre dois extremos que, de alguma maneira conseguem arranjar pontos comuns que os irão aproximar.

 

Neste caso, o mecanismo de aproximação vai ser a preservação do rancho e evitar que ganâncias antigas tomem a propriedade.

 

 

Juntamente com a linha principal do argumento há sub-plots que servem de suporte e adensamento dramático da simples história de amor, atribuindo-lhe uma outra dimensão e a sua real identidade.

 

Assim, todas as manobras de venda do rancho vão sendo acompanhados pelo surgimento de fantasmas do passado de Derek que tentam atrai-lo, à força, para uma vida que ele prefere esquecer.

 

Ao mesmo tempo, Kennedy terá aprender a lidar com o seu avô rabugento e prepotente (o excelente Ed Asner), que havia renegado a mãe de Kennedy por discordar das suas escolhas, e perceber se os ódios antigos ainda fazem sentido, ou se são possíveis de sanar.

 

 

Michaela McManus é uma atriz clássica dos TV Movies e tem uma prestação muito boa, na condução deste argumento, brilhando e fazendo brilhar. Diogo Morgado não deixa os seus créditos por mãos alheias, demonstrando competência e qualidade, ombreando com qualquer dos seus co-protagonistas.

 

Trata-se de um filme muito competente, que cumpre o papel de filme cor-de-rosa, com uma fotografia muito boa e uma participação especial de um grande ator sénior.

 

Dentro do género é uma boa opção fora dos suspeitos do costume como Julia Roberts, Julie Delphy, Rachel McAdams,  Richard Gere, Ethan Hawke ou Domnhall Gleason.